domingo, 24 de agosto de 2014

Cortando o cabelo.


"Bom dia moça, gostaria de cortar o cabelo", "claro, mas tudo bem pra você esperar uns minutinhos? Tenho que acabar o delas duas, depois é você", "tudo bem", "fique a vontade, pode sentar no sofá".
Sentei no sofá esperando a minha vez, e não resisti em, durante os 'minutinhos' (que foram quase uma hora), anotar algumas frases e diálogos travados dentro daquele pequeno salão entre as mulheres (e apenas mulheres) que nele estiveram no mesmo período que eu.

"Olha que corpo lindo! Você olha a barriga, as coxas e não vê uma estriazinha, belo corpo menina! Cuida bem dele que os meninos vão ficar loucos".

"Se você coloca um sapato de salto e faz uma maquiagem boa, sem carregar muito, já fica chique, nem precisa ser um vestido muito bonito cheio de coisa, pode ser o mais simplezinho. É uma maquiagem e um sapato de salto".

"Vocês ficaram sabendo do menino que tem a oficina de moto ali do lado? Na rua depois daqui, virando a esquerda, onde sempre tinha uns meninos com motos e ele fazendo conserto em moto. Baixou a polícia ontem ai, dois carrões, ficaram um tempão olhando as motos e levaram ele preso, algemado e tudo, no porta mala de um dos carros. Tão falando que era tudo moto roubada, e que ninguém sabia de nada, nem o pai dele!", "quem mais sofre são os pais".

"A minha menina nunca foi em casamento, é o primeiro que ela vai, está toda toda, na hora que viu o vestido que arrumei pra ela ficou toda feliz, não vê a hora de se arrumar, ir na festa".

"Antigamente a mulherada passava ferro no cabelo, agora tem chapinha. A minha mãe contava que ficava uma esticando o cabelo de quem ia alisar, ai colocava uma toalha em cima e ela passava o ferro", "a chapinha mudou só por que protege o cabelo, protege tudo, por que ainda é a mesma coisa. Antes teve a touca de gesso, quero ver o que vai ter daqui vinte anos, tão sempre inventando coisa nova".

"Hoje a Maria não veio aqui?", "não, hoje não", "oxi, e onde ela está?", "deve estar lavando roupa, essa semana me disse que ia passar o sábado fazendo isso por que estava com tudo as roupas dos meninos atrasadas, como ela chega só as oito em casa, a essa hora já cortaram a água aqui na vila e não dá tempo dela lavar roupa".


Nenhum comentário: