quinta-feira, 10 de outubro de 2013

Carnificinas de Paixão - Cinco.


"Sabe, a parte elétrica da minha casa tem um problema curioso. Quer dizer, curioso nada, é um saco aquilo. É no chuveiro. Sei lá por quê o chuveiro não esquenta muito, ai pra tomar um banho de boa e mais ou menos quente tenho que deixar ele aberto bem pouquinho. Não sei, acho que isso aquece demais a resistência e depois aquece demais os cabos e depois aquece demais alguma outra coisa e depois aquece demais uma outra-outra coisa e ai, 'pléc', faz um barulhão, e para de cair água quente. Água fria. Direto no lombo. Acho que a expressão correta é que a "chave da energia do chuveiro cai". Se não for a expressão correta, não deve tá longe da correta. Bom, mas eu tô te dizendo isso tudo pra te falar que, na verdade, acho que acontece algo parecido comigo. Tipo, quando a gente fica junto assim ou quando a gente fica um tempão sem nos vermos e depois nos encontramos. Eu sinto que vou aquecendo, aquecendo, aquecendo e que, a qualquer hora, vai fazer um 'pléc' na minha caixa toráxica e a "chave de energia do meu coração" vai cair, explodir, arrebentar, espatifar-se em mil pedaços. Tamanha paixão que circula por lá".


Nenhum comentário: