domingo, 4 de agosto de 2013

Notas cotidianas de um cara que tá se sentindo bem - Cinco.


Pensamento curto e rápido, sem voz, apenas na cabeça, dentro do ônibus chacoalhando na região da Casa Verde: 

"Caramba, será que constrangi a moça que estava em pé e que se sentou de modo apressado tão logo se liberou um lugar? Realmente acho que a constrangi. Puxa. Devia pedir desculpas. Pior que eu só tava olhando por que ela é muito parecida com aquela moça bonita cheia de encantos por quem fiquei encantado uns dias atrás. Desculpa moça. Vou pedir desculpas pra ela. Aliás, um saco isso: você se encanta por um sorriso colossalmente arrebatador e depois o vê em dezenas de bocas por ai".

Ps: no caso, pros termos de escrita e publicação do trecho deste momento, suprimi o nome da moça em questão com o período "aquela moça bonita cheia de encantos por quem fiquei encantado uns dias atrás". 
Porém, ela é realmente encantadora.


Nenhum comentário: