quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Agressão & Ameaça.


Breve relato de José Gomes Neto - X:


"Ontem à noite meu corpo travou, e me impediu de entrar no bar onde estava a "mulher" que me agrediu fisicamente (e que é filha do "homem" que me ameaçou verbalmente).
Serão tempos difíceis estes próximos, e, ao que tudo indica, meus únicos excessos serão a reclusão e o sumiço - e às pessoas que me disseram sorrindo frases como: "nossa, quanto tempo, você sumiu, que bom te ver", digo que também é bom lhes ver, mas peço que guardem estes sorrisos e esta frase, novamente, por mais algum tempinho, vou ter que 'sumir' mais uma vez: agressão física e ameaças verbais deixam marcas nada serenas em nós, e o medo (de ser agredido, mediante concretização da ameaça) impede o corpo de ir adiante".

José Gomes Neto,
08 de Agosto de 2008,
Agredido & Ameaçado.


Nenhum comentário: