domingo, 21 de julho de 2013

Pai de Santa.


Em nome do Pai, 
Jogue álcool nestas páginas.

Em nome da Mãe,
Risque um fósforo nestas páginas.

Em nome do Espírito da Santa,
Deixe de viver [e de escrever].

(Mas por favor,
Devolva intactas,
As minhas coisas).

[Um diálogo com "Labirinto de Dédalo"].


Nenhum comentário: