terça-feira, 23 de julho de 2013

Frente Fria.


Breve relato de José Gomes Neto - IX:

"No dia 6 de Maio daquele ano, ainda nem tão longínquo assim, fui empurrado em uma escada. Estava com os pés mau apoiados no degrau mais alto desta, e as mãos que aplicaram uma força motriz em meus ombros o fizeram com força. Força suficiente para que eu me desequilibrasse, caísse para trás, e apenas não rolasse todos os degraus pois meu corpo se chocou com uma pilastra ali presente. Especificamente, meu joelho direito se chocou diretamente com a pilastra. Doeu. Bastante. Não sei como cheguei em casa andando. Não sei o que o pai da pessoa acharia disso. Passei a noite entre pomada/gelo/pomada para aliviar a dor e endireitá-lo. Fato é que, desde então, sempre que bate uma dessas frente frias, bem frias (de fazer bater os queixos dos bem agasalhados) meu joelho dói, uma dor circular, ao redor de toda a rótula. É um inferno, a cada inverno, me recordar desta agressão".

José Gomes Neto, 
28 de Julho de 2007,
Violentado.




Nenhum comentário: