quinta-feira, 25 de julho de 2013

Fim de Romance - X.


Sobre o que foi dito:

"Aquele meu amigo veio me dizer que uma pessoa contou pra ele umas coisas sobre você. Ele me disse que todo mundo sabe, e que parece que eu sou o único que finge não saber dessas coisas. Disse também que é ridícula a forma como meu olhar está apaixonado. Sabe, não falarei mais com ele, pois acredito que essas coisas que ele disse são mentiras. Não entendo o por que dele ter esse tipo de atitude".

Sobre o que foi feito:

Levou-se à sério o que o suposto amigo dissera, por ter (talvez inconscientemente) acreditado nas coisas que este amigo lhe falou. Embora tenha sido dito o oposto.

Sobre a realidade concreta:

Não houve amigo algum que disse nada. Foi tudo inventado. Tudo fruto do recheio nebuloso de um cucuruco com certeza de perseguição. Legitimou-se o discurso do amigo, e, com ele, cavou-se a cova do próprio Romance.


"Atenção, fabrica-se loucos aqui!".

Nenhum comentário: