domingo, 16 de junho de 2013

Relato de Camila.


"Antes até parecia que era coisa boa, que valia a pena. Ai chegou no meio da festa e tinha aquela cara de cangambá bêbado. Ficava caindo em cima de mim, que nojo. Veio falando que eu tava linda ainda, que ele achou que eu só ia ficar bonita no começo. Uai amiga, no começo da festa. Pior, sentei no final pra descansar, tirar o sapato e colocar uma sandália, tomar uma fanta, ai de repente aquele trem caiu do meu lado, na cadeira do lado. Ai veio com o mesmo papo de que eu tava linda ainda no fim da festa, que achou que não ia durar minha beleza. Sério. Falou isso achando que tava sendo super legal. Claro que não fiquei! Cê acha, pegar cangambá caindo de bêbado? Para de rir. Que foi? Nunca ouviu "cangambá bêbado"? É bebum, daqueles chatos, pé-no-saco. Vi ele entrando numa van e por isso te falei pra gente ficar aqui esperando a próxima ou pegar um táxi".

Nove de Junho de Dois Mil e Treze, 6h45min, Fim de Festa, Lavras/MG.



Nenhum comentário: