quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Pessoas Novas.

A pessoa só é nova quando nasce. Aliás, talvez nem possa ser considerada ainda uma "pessoa" ou mesmo "nova", uma vez que possivelmente ainda não desenvolveu noção destes conceitos, coisas que vamos nos apropriando e entendendo ao longo dessa bobeira. Digo, dessa vida.
Uma "pessoa nova", em sentido subjetivo/individualista/egoísta pode ser uma pessoa que entrou em nossa vida recentemente. Como dizia meu avô, "encurtando a prosa": as pessoas novas são as pessoas que conhecemos no período em que estamos as conhecendo, ou quando as conhecemos.
Cansado, e, como tem sido tônica neste 2012, com os prazos atrasados e atrasando mais ainda, tenho conhecido muitas pessoas novas. E esse é o tipo de coisa que me cria largos sorrisos e ímpetos de "acordar, erguer a cabeça e seguir firme nessa porra", mais do que quando cumpro os prazos ou coisas do gênero.
São bandas que passaram por aqui, são bandas que conheci quando sai, são pessoas que surgiram em um rolê, no outro, e em um terceiro, e vamos conversando. Etc.
Sou apegado, sim, aos "amigos das antigas", mas pessoas novas entrando e fazendo a vida circular em dias e momentos intensos, é essencial também.
Pessoas, apareçam, sejamos novos vocês para mim e eu para vocês.



Um comentário:

Carla Maria disse...

...e como sabiamente disse Mandela:

"Pessoas são pessoas através de outras pessoas..."

é isso ai!