terça-feira, 21 de agosto de 2012

O exame de HIV.

-Puta que pariu, não acredito que cê fez isso.
-Ah, não dá pra dizer que eu fiz.
-Não?
-Do jeito que eu tava não.
-Não vem com esse papo de alcoólatra de novo.
-Tá, não venho.
-Porra, devia ter me falado.
-Mas pra quê?
-Idiota! Você já ouviu falar em "comportamento de risco".
-Já, mas...
-E, porra, depois eu ainda dei pra você!
-Falando assim parece um castigo.
-E é mesmo!
-Poxa...
-Você é um castigo na minha vida!
-Poxa!
-É mesmo, e você sabe.
-Ah...
-Vai se foder. A gente vai fazer um exame de HIV e DST, nós dois.
-Porra, mas precisa disso tudo?
-Precisa sim. Eu não confio em você. Cara, que nojo.
-Nojo é demais vai.
-Não, não é. Tô com nojo de você, nem chega perto.

[após uma noite de sexo seguro e saboroso pós briga, foram logo cedo ao posto de saúde fazer os tais exames, um deles com resultado espontâneo].

Na sala do exame:
-Olá, tudo bem?
-Olha moça, se tivesse bom eu não tava aqui, mas, sim, tô bem.
-Sei como é.
-Imagino.
-Preciso fazer algumas perguntinhas.

(...)

-Quantas relações de risco você teve?
-Uma só.
-E você não conhecia a parceira ou parceiro?
-Sim, conhecia.
-E era de risco mesmo assim?
-Sim, considero de risco por que eu conhecia a parceira.

(...)

-Bom, o resultado deu negativo.
-Quer dizer que eu tô com Aids?
-Não. Quer dizer que você não está com o vírus.
-Então o negativo é seguir vivendo sem uma doença que pode encurtar essa ópera toda?
-Não. O negativo é que você não porta o vírus.
-Ah, entendi. Achei que a referência para isso de positivo ou negativo era a vida, e não o vírus.
-Você achou errado.
-Hum.
-Aqui o papel do exame, e se você quiser há preservativos grátis na saída.
-Ah, sim, muito obrigado.
-Por nada, cuide-se!
-Obrigado pela atenção, e me perdoe qualquer piada.
-Tudo bem.
-Mas honestamente, espero nunca mais ter que ver sua cara ou entrar nessa salinha.
-Isso mesmo, cuide-se rapaz!


2 comentários:

Mulher Vã disse...

Adorei o diálogo, principalmente aparte do "negativo", faz super sentido!

Hahahaha

Ahn, eu sou a Vã!

Alex Arbarotti disse...

cuide-se menino