terça-feira, 3 de julho de 2012

Uma vida babacadêmica.


Em 2005 desenvolvi uma espécie de "trabalho monográfico" na escola. 
Em 2006 o apresentei em uma feira para jovens e futuros cientistas na USP. Foi bacana. Lá eu conheci uma garota.
Em 2007 vivemos bons momentos.
Em 2008 - seguindo com o plano sobre os "futuros cientistas" - entrei na faculdade, onde me reecontrei com a garota. 
Em 2009 também. 
E em 2010 também - aliás, acho que demos sorte de termos saído vivos daquele primeiro semestre.
Em 2011 não nos encontramos, nem nada.
Em 2012, alguns querem falar em construir alteridade, mas fogem do [antigo] amiguinho como seus nativos da cruz.


Tanta Ciência, Tanta Treta, Tanta Bobeira.

Nenhum comentário: