terça-feira, 24 de abril de 2012

"Essa Cidade" - 6/9.


Desejo sair,
Esquecer este lugar.
Dias assim,
São brutais; demais.

Essa cidade,
Não dá escolhas,
Cansar num ônibus,
Ou num carro.

Mas cansará,
Aqui é assim.
Subirei morros,
De bicicleta?

Não tenho opção,
Apenas o ônibus.
E vão-se horas,
Quase três já.

Desejo não mais,
Essa cidade.
Cuspo nela,
E piso em cima.

Desejo árvores,
Por todo canto.
Desejo ruas,
Mais planas.

Desejo o centro,
Perto dos bairros.
Desejo os ônibus,
Não lotados.

Desejo mais,
Paz; tranqüilidade.
Desejo festas,
De alguma fruta.

E minha nova cidade,
Só lotará.
Dois fins de semana,
Por ano.

Não todo dia,
Até domingo.
Como é aqui,
Quero chorar!

Desespero chato,
Não mereço!
Só queria chegar,
Na hora certa.

Mas aqui,
Não pode!
Para onde irei,
Será rotina.

Deixar essa cidade,
Ah, que sonho!
Virará realidade,
Ah, quando virar!

Serei mais feliz,
De bicicleta.
E já tenho,
Meu plano.

Nenhum comentário: