quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Oh Minas Gerais!

A goiabada foi tomada por uma gigantesca e verde colonia de mofo,
O queijo, cheio de oleosidades, se esfarelou no pacote,
Apos despencar do alto da serra,
Desceu rolando morro abaixo,
E foi pisoteado por um cavalo puxador de charrete.
Pao de queijo de verdade nao tem queijo.
E o doce daqui, foi fabricado em Sao Paulo.
Oh Minas Gerais (como diz a musica),
'Me liberta desta porra' (como disse o Jesus),
Antes de virar a tosca estatua no pico da cidade.
(citando clarah averbuck, 'o amor, so te fode no rabo',
'eh tudo culpa da influencia do cinema', fechando com Holden).

Nenhum comentário: