sábado, 9 de maio de 2009

Corporativismo

Não entendo muito do real sentido desta palavra, acho que minha compreensão dela advém mesmo de tirinhas da Mafalda, quando, por exemplo, ela descobre que todos os amiguinhos, inclusive ela, estão com gripe, e diz: "de que nos serve o corporativismo agora?". Será com esta concepção de corporativismo que lidarei aqui.
Por que há o coletivo, e dentro deste coletivo há um que sugere algo que julga ser melhor ao coletivo, justamente, algo como "saiamos, façamos a revolução!" [como bem bradou aqui meu amigo Pedro].
Sinto-me tomado, injuriado, mal tratado, destruído e entregue as raízes mais profundas de toda e qualquer ação corporativista: meus 4 dentes do ciso resolveram expor-se ao mundo no mesmo momento.

http://www.myspace.com/bielcoiso

Um comentário:

Iris disse...

afinal de contas, de que nos serve o corporativismo?