terça-feira, 5 de maio de 2009

Anonimidades

Tardiamente comento o anônimo comentário aqui deixado alguns dias atrás (creio que já faça uma semana). Não é a primeira vezque sou subitamente pego de surpresa poralgo sem assinatura. O sistema virtual permite isto, e eu, no meu blog, poderia proibir, mas não quero, pois, assumo, gosto de certas anonimidades e consequentes curiosidades.
Fico curioso, e penso ah, é alguém que não tem blog e queria comentar. Mas desta vez pensei hum, esta pessoa pode até ter blog. E ao "marcar um encontro', que vi apenas depois do horário "combinado", fiquei pensando nesta coisa, que não me é nova, do mundo concreto cotidiano e do mundo de dentro do monitor, quando um une o outro. (até por que, somos os mesmo, ou deveríamos ser, frente a um monitor ou a outro humano).
Por fim, fiquei me perguntando quem será que foi o anônimo da vez (interrogação) Qual será a resposta que ele ou ela detinha para me mostrar (interrogação) No fim das contas (e da curiosidade queme engoliu), apenas saudo alguém que marcou um encontro dando como referência estar usando uma camisa do corintias. Aqui é corintias, campeão mais uma vez, e mais uma vez sai na rua com bandeira e disposição para pular e cantar. Da-le da-le da-le da-le da-le coringão! E da-le coringão!

Ps: a viagem foi bem boa.
Ps1: é inverno ou horizontes de outono (interrogação).

Um comentário:

pedro meinberg disse...

a felicidade é o que voce quiser. ela pode ser ouvindo uma musica pela enessima vez. voce a cria e a recria constantemente no seu dia a dia. bem, eu penso isso sobre felicidade. escrevi aquele "testículo" em um momento feliz semanas há trás mas publiquei somente hoje.