quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

Notas de viagem no carnaval

-"Faz-me lembrar daquele verso criado na viagem a Ouro Preto com o colégio em 2004: qualquer lado que eu olho, só vejo pasto e gado, seja dentrou ou seja fora, dest ônibus malvado". Dia 1 10:10.
-"Fodeu, ouve-se música do/no celular. Fodeu". Dia 1 11:07.
-"This is the safes place you found" Dia 1 11:28.
-"Quem é o Jordão dos Campos?" Dia 1 11:57.
-"'um sonho a mais', 'ponto de vista'. É, é pra cá que vem os idiotas ricos que querem viver em filmes europeus e fotos de embalagens de queijo. Estou chocado". Dia 1 12:12.
-"Em parte é/pode ser em razão de imitar 'técnicas corporais'/comportamentais que vejo desde criança, mas não posso deixar de dizer que é curioso pensar que, esse meu lado 'estourado', é, na verdade, meu sague estourado. Mas eu sei que não é sangue". Dia 2 10:37.
-"Márcia, tudo tem limite". Dia 2 16:21.
-"Caralho, música do/no celular de novo. Enfia ele no cú e vê se sai música pela orelha!". Dia 2 21:31.
-"Vontade pura concentrada de me sufocar, me enforcar com/no papel higienico perfumado deste banheiro (restaurante pejorativamente sem definições)". Dia 2 22:02.
-"Não vou mais tentar fingir ser forte e sorrir quando nada mais me satisfaz (pela noite anterior)". Dia 3 11:58.
-"Eu tenho uma porção de coisas grandes pra conquistar e eu não posso ficar aqui parado". Dia 3 14:02.
-"Quem apagou a luz da sala fui eu". Dia 3 23:57.
-"Você dá 500 esporros por dia para a criança aprender a respeitar os outros, mas quando ela acorda alguém aos berros, todo sentimento de insanidade (e desrespeito) dela, explodem, ela se delicia e e vê que, desrespeitar os outros, é mais saboroso e divertido do que respeitar. Enfia a moral no cú". Dia 4 10:39.
-"A sensação é d falta de gravidade, ausência de atração à terra; a sensação é de liberdade, apesar das cordas e ganchos, e da dor do encontro ao chão, o que faz parte e tem seu sabor". Dia 4 13:00.
-"Sabe do que a gente vai brincar amanhã? De parar de brincar de comercial de calça. Ecoa em minha cabeça". Dia 4 13:22.
-"Rancho Iris. Rancho Iris". Dia 5 18:07.
-"O lugar, a cidade, são até legais, o que estraga, fode mesmo, é o clima e todas as coisas, a mistica criada com a cidade. Realmente, o que fode é o clima criado a partir da mistica". Dia 5 18:18.
-"Caminhando pela vida eu vou. Ao lado do tal rancho". Dia 6 10:10.
-"Te darei 1000 vestido, se você me der 100 calcinha. Parachoque de caminhão na dutra. Fim de viagem". Dia 6 12:52.

Caderninho e caneta sempre no bolso, pra aguentar...

Nenhum comentário: