quinta-feira, 6 de novembro de 2008

Chovendo

Almocei na faculdade hoje , teve filé de frango grelhado, do "restaurante universitário", meu desejo era ter ido direto para a biblioteca, mas precisei ir para casa, e enquanto ia, uma chuva cabisbaixamente cinza me pegou de surpresa. Dia cinza, com uma chuvona dessas, de raios e trovões, não era o que eu mais precisava ou desejava. Ainda sinto meus pés molhados.
Bem, já em casa, no meio do barulho causado pelas árvores ao serem esfaqueadas por rajadas brutais de vento, decidi ouvir minha fita k7 do show do Pearl Jam em que eu (dois de dezembro de dois mil e cinco). E cheguei a conclusão que, de fato, não houve em minha vida chuva mais gloriosa do que a daquele dia.
(e olha que eu já tomei muita chuva boa, no centrão de São Paulo, na LedSlay, na avenida Paulista e por ai vai; e por ai vai também o meu trabalho de história, vai pro ralo, com a chuva).

Isto articula com isto http://www.fotolog.com/bielcoiso

http://www.tramavirtual.com.br/coiso

2 comentários:

Liquidificador da vida disse...

rs, e eu? DORMI!...te convido para tomar um café no fds, o que acha? Traga a Namorada, combinaremos.

PS: a palavra que tive que digitar para verificar se não sou uma máquina foi: essonar (ensonhar, ensonar, ensaiar....larará)

Pó de Estrelas disse...

esse é meu blog!!!