quarta-feira, 23 de julho de 2008

A parte e o todo

Estava eu ontem, lá pelas dez e meia da noite, esperando para ver o compacto do empate do corintias com o ceará, na redetv, e deixei a tv ligada neste canal mesmo, fiquei assistindo o fim do super 'superpop'. No rodapé da tela, escrito: "apresentador de tv ofereceu 80 mil para sair com moranguinho". Pensei: 'será aquela moranguinho dos desenhos infantis, que por meses assombrou os sonhos de um amigo meu?'. Fiquei assistindo o show (como dizem os americanos) para ver do que se tratava e, claro, esperando para ver meu coringão.
Não demorou muito eu entendi o que acontecia: moranguinho é, na verdade, a mulher morango, assim como existe a mulher melancia e a mulher melão. O entendimento me trouxe um leve sentimento de horrorização (nem sei se isso existe, mas foi o que senti).
Melancia, melão e morango nada mais são do que partes de um todo, uma peça maravilhosa, que é o corpo humano, e o que me horroriza é que seres inanimados nomeiem uma parte e, logo, desta parte, se faça o todo destas mulheres.
Estou sozinho neste barco de horror?

http://www.tramavirtual.com.br/coiso

Um comentário:

HARDMAD disse...

Não está sozinho não, meu filho...
Esse mundo está perdido mesmo...
=)


PS: Ri bastante de imaginar a moranguinho (boneca) saindo com um ser humano de verdade!